Questões de gênero: interseção entre Estado e Sociedade Civil

No dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos em New York fizeram uma greve a favor de melhores condições de trabalho. A manifestação foi reprimida com violência, resultando na morte de cerca de 130 mulheres. Quase 120 anos depois, em 1975, a ONU institui o Dia Internacional da Mulher como um marco histórico das lutas das mulheres pela cidadania.

Com o objetivo de relembrar a data e discutir temáticas atuais e relevantes relativas às questões de gênero, o Grupo de Estudos de Jornalismo e Gênero da UEPG, com apoio do Mestrado em Jornalismo, promove no dia 8 de março o 2º ColóquioMulher e Sociedade.

O Colóquio é uma iniciativa que visa não apenas difundir as pesquisas e questões levantadas no âmbito acadêmico como ampliar as discussões e reflexões sobre os diferentes tipos de desigualdade que se relacionam com as questões de gênero.

Para isso, o evento promove palestras com pesquisadores(as) reconhecidos(as) na área de estudos de gênero, mesas de debates com representantes da sociedade civil envolvidos(as) com as lutas contra as desigualdades, além de um espaço interdisciplinar para apresentações de artigos científicos da área de gênero.

O evento ocorre integralmente no dia 8 de março, com palestras e mesas nos períodos da manhã e da noite no Grande Auditório da UEPG e encontro científico à tarde, no Pequeno Auditório. A entrada é gratuita.

INSCRIÇÕES:
As inscrições sao gratuitas, feitas no local (Grande Auditório), nos períodos da manhã e da tarde do dia 8 de março, com direito a certificado e CD de anais do 2º Colóquio Mulher e Sociedade.

Realização: Grupo de Estudos de Jornalismo e Gênero

Apoio: Mestrado em Jornalismo/UEPG

Contato: (42) 3220-3389
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Apoio