Nos dia 01 e 02 de outubro, acontece na UEPG o II Seminário de Jornalismo e Cidadania na Hipermídia (SEJOC). Trata-se do novo nome e temática do antigo Seminário de Comunicação Comunitária e Mídias Digitais (Secommidi), que aconteceu pela primeira vez em 2013.

 

A organização do seminário é feita pelo Grupo de Pesquisa em Mídias Digitais (GEMIDI), em parceria com o Mestrado em Jornalismo da UEPG e os projetos de extensão Portal Comunitário e Cultura Plural. A agenda para inscrição de trabalhos e a programação de palestras devem ser divulgadas em breve.

O evento promete trazer professores e pesquisadores da área do jornalismo cidadão, bem como jornalistas, ativistas e militantes envolvidos no uso da internet como ferramenta de ação social transformadora. No dia 01/10, o tema dos painéis é "Possibilidades e desafios da comunicação cidadã na web" e, no dia 02/10, "Produção de conteúdo, comunicação cidadã e democratização da comunicação".

De acordo com a organização do evento, a mudança no nome reflete alterações na grade curricular do curso de graduação em Jornalismo da UEPG e uma tentativa de aproximação com as linhas de pesquisa do mestrado na mesma área. “A alteração no nome se deve, em primeiro lugar, ao objetivo de aproximar o evento da linha de pesquisa ‘Processos Jornalísticos e Práticas Sociais’, do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UEPG. Tem também o propósito de adequar o foco ao novo momento vivido pela graduação, com o currículo implantado em 2015, que passou a ter a disciplina de Jornalismo e Cidadania em vez de Comunicação Comunitária”, informa nota de divulgação no site do GEMIDI.

Para Wilian Ferreira, estudante do 6° período do curso de Jornalismo das Faculdades Secal e participante do grupo de pesquisa, o evento vai ao encontro de uma nova possibilidade na comunicação socialmente engajada. “Unir jornalismo digital e promoção da cidadania demonstra a velocidade em que essess meios se encontram. Fazendo uso de redes sociais, por exemplo, há maior alcance das vozes que são suprimidas pelas grandes mídias. Um evento assim sinaliza que utilizar os meios digitais para fazer jornalismo cidadão é algo que dá certo.”

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar