Agência de Jornalismo
Aprender  na prática o que foi ensinado em sala de aula e prestar serviços a entidades sociais sem fins lucrativos. Em síntese, é esta a proposta da Agencia de Jornalismo, criada no segundo semestre de 2003. Sob orientação de professores do curso, os acadêmicos aprendem a editar vídeos,  organizar eventos,  aperfeiçoar  a produção de  textos jornalísticos para mídia, manter relações com a imprensa. A proposta, que se destaca pelo caráter de prestação de serviços e  inserção comunitária no município, adquiriu o caráter de Programa de Extensão a partir de 2014, passando a abrigar em seu interior os projetos Lente Quente e ADE. No início de 2016, com o objetivo de contribuir para uma maior integração do trabalho do curso junto à comunidade, foram criados três núcleos de atuação: Núcleo de Audiovisual, Núcleo de Apoio à Produção em Hipermídia e Núcleo de Estratégia de Mídia e Movimentos Sociais.

Professores responsáveis:
- Hebe Gonçalves
- Sérgio Luiz Gadini
- Rafael Schoenherr
- Paula Melani Rocha

Mais informações:
Canal no Youtube
Página no Facebook

 

Site criado em agosto/2008, articula produção jornalística e prestação de serviços dentro dos princípios da comunicação comunitária –, por meio de um trabalho que integra ação extensionista (de professores e alunos da universidade), exercício interdisciplinar (vinculado a três disciplinas do curso de Jornalismo) e participação da comunidade.

Além de sua importância para a comunidade, o portal tem propiciado o surgimento de novos objetos de investigação: a relação entre jornalismo comunitário e jornalismo público; convergências entre jornalismo comunitário e jornalismo multimídia; implicações e desdobramentos possíveis da integração da participação popular/comunitária (caráter da comunicação comunitária) com a interatividade e as práticas colaborativas possibilitadas pelas tecnologias de rede.

Como projeto de extensão, tem seu mérito reconhecido desde 2009, com o segundo lugar no Prêmio de Extensão Universitária, concedido pela Proex-UEPG. Como veículo de comunicação e instrumento de aprendizagem do jornalismo, obteve o primeiro lugar na categoria de Jornal-Laboratório Online também por dois anos consecutivos, no 14º e 15º Prêmio Sangue Novo do Jornalismo Paranaense, concedido pelo Sindicato dos Jornalistas do Paraná.

Professores responsáveis:
- Cíntia Xavier
- Angela Aguiar de Araújo
- Maria Lúcia Becker
- Paula de Souza Paes
- Volney Campos dos Santos

Mais informações:
Site
Página no Facebook

 

O projeto produz, difunde e desenvolve boletim informativo digital diário com foto-legenda dos principais momentos da cena cultural em Ponta Grossa, com vistas a fortalecer o teor informativo e, portanto, qualificar o campo cultural no município. Pelo projeto, registra-se em imagem manifestações e aspectos do circuito cultural local.

Procura-se oferecer o serviço de um banco de imagens regularmente atualizado dos acontecimentos ligados a atores, espaços e iniciativas do campo cultural.O projeto contempla demandas do setor cultural ponta-grossense, expressas tanto na baixa regularidade ou mesmo inexistência de informação periódica (e pública) do circuito cultural, quanto na dificuldade de registro e arquivo midiático das manifestações diversas e crescentes da área – na forma de evento, apresentação, performance, iniciativa, sociabilidade ou ocupação do espaço urbano.

Professores responsáveis:
Rafael Schoenherr
Marcelo Engel Bronosky

Mais informações:
Flickr
Página no Facebook

Foca Foto
Para registrar a história, o cotidiano, a cultura de Ponta Grossa foi criado em 2010 o Projeto de Extensão Fotorreportagem UEPG. A proposta, além de contribuir para o aprimoramento da formação acadêmica, já que os alunos são os artífices da nova página na Internet, representa um espaço importante de produção jornalística que tem por objetivo apresentar e repercutir  temas de interesse social.
Com esta iniciativa, o Departamento de Comunicação e o curso de Jornalismo da UEPG proporcionam uma alternativa de comunicação à comunidade e investe no conhecimento das técnicas e produções fotográficas.

Professor responsável:
Carlos Alberto de Souza

Mais informações:
Blog
Página no Facebook

 

O projeto Cultura Plural, desenvolvido na cidade de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais do Paraná, propõe o desenvolvimento de um site na internet para sediar e dar visibilidade às ações, criações artísticas e interações sociais de grupos culturais populares, assim como a produtos e atividades feitos por moradores dos Campos Gerais já inseridos ou não no circuito cultural local.

Dentro do entendimento de cultura como construção contínua e da compreensão da importância da história no processo de configuração da identidade cultural, a ideia é o site se constituir também como espaço de registro, visando não só à preservação, mas à criação de uma memória viva, disponível e acessível a todos, em qualquer momento e lugar.

Ao mesmo tempo, tem o propósito de favorecer o acesso do maior número de pessoas à diversidade cultural local, oferecendo não apenas informações sobre eventos e obras, mas buscando possibilitar também contato e fruição, atentando-se aos critérios de acessibilidade e utilização dos amplos recursos que a internet oferece.

Um dos alicerces do projeto é o entendimento das culturas como patrimônio. O projeto visa promover o mapeamento e preservação do patrimônio cultural material e imaterial. Através da publicação de artigos, notícias, conteúdo multimídia, o projeto busca difundir as culturas das regiões dos Campos Gerais, identificando as características culturais.

O projeto foi implantado com recursos da Bolsa Funarte de Reflexão Crítica e Produção Cultural para Internet.

Professores responsáveis:
Karina Janz Woitowicz
Rafael Schoenherr
Sérgio Luiz Gadini

Mais informações:
Site
Canal no Youtube
Página no Facebook

 

O Programa Ade! se constitui em oportunidade de aplicar na prática as teorias que envolvem o jornalismo e vivenciar a rotina produtiva de um programa de televisão, em todas as suas etapas. O programa quinzenal irá foca temas relacionados à cultura, entendendo o conceito de cultura sob a perspectiva antropológica, a qual envolve as dimensões da linguagem, do simbolismo, comportamento, da cognição, do espaço, do tempo, enfim, refere-se a uma complexidade de aspectos que incluem conhecimentos, arte, leis, costumes, comportamento e hábitos adquiridos em sociedade.

Professores responsáveis:
Paula Melani Rocha
Graziela Bianchi

Mais informações:
Canal no Youtube
Página no Facebook