A nova área de pesquisa tem sido explorada amplamente por profissionais de comunicação

À esquerda, Nilda Jacks ao ministrar palestra aos alunos da graduação de Jornalismo

 

Na tarde da última quinta-feira, 17, Nilda Jacks, ministrou um curso sobre Recepção dos meios de comunicação. A conversa foi para discutir o atual cenário das pesquisas do gênero, os principais autores e universidades que desempenham trabalhos na área e contextualizar os avanços em Comunicação. Nilda é Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo e pós-doutora em Comunicação na Universityof Copenhagen e na Universidade Nacional da Colômbia.

 

Para a aluna do Mestrado em Jornalismo da UEPG , Melissa Eichelbaum, a área da Recepção é muito importante para todos os jornalistas por estar relacionada com as produções diárias e o primeiro dia de curso trouxe uma nova visão sobre as perspectivas a serem abordadas daqui para frente. 

“O primeiro dia de curso foi ótimo. Entendemos o contexto em que nasceu a pesquisa na área de recepção, além de que podemos ampliar nosso olhar para esse método e pensarmos produções e objetos de pesquisa nessa perspectiva”, comenta Eichelbaum.


A primeira tarde de cursos teve a presença de 16 participantes, dentre eles a Professora Doutora Paula Paes, que relata que o Mestrado em Jornalismo UEPG tem a prática de envolver-se com diversos pesquisadores de outros locais e universidades para dar maior formação aos alunos e estabelecer parcerias.

"A ideia de trazer a Nilda se inscreve nessa dinâmica, o Mestrado também já participou de uma pesquisa em conjunto com ela e ainda participa".


Paes acredita que a maneira como o Mestrado funciona traz ganhos para os alunos e pode levá-los a uma nova perspectiva dentro da área. "A Nilda trabalha com a questão da recepção dos meios de comunicação, o que ainda é marginal na área de Jornalismo. Mas esse tipo de pesquisa vem crescendo na área. A Nilda é formada em publicidade e, por isso, é necessário trazer pra os alunos de mestrado e graduação esse tipo de perspectiva, pode ser um caminho a se tomar nos estudos sobre a prática jornalística".


Nesta sexta-feira, às 14h, na sala do Mestrado em Jornalismo da UEPG, acontece a segunda e última tarde do curso.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar