Acadêmicos de Jornalismo celebram o fim do ano letivo de 2015 e prestam homenagem aos professores e alunos que não retornarão em 2016

Em clima de despedida, estudantes e professores do curso de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), se reuniram no laboratório de telejornalismo da instituição, na manhã desta quarta-feira, dia 2, para finalizar o semestre. A atividade que marca o encerramento do ano letivo de 2015 também foi o momento de se despedir dos alunos do quarto ano e dosprofessores que não retornam à universidade para o próximo ano letivo.

Na confraternização organizada pelas professoras Karina Janz e Maria Lucia Becker os alunos e professores do curso puderam interagir uns com os outros para celebrar a passagem dos professores Marcia Boroski, Gabriel Carvalho e Manoel Moabis pela UEPG. “Não há como não demonstrar o reconhecimento pelo trabalho e companhia de pessoas que estiveram conosco e contribuíram positivamente no Departamento de Jornalismo”, afirma Karina.

Os estudantes, inclusive, fizeram questão de demonstrar a gratidão aos mestres, com falas curtas e abraços emocionados. “Tivemos aulas com vocês três, aprendemos, crescemos e brigamos... Obrigado por tudo!”, foram as palavras de Matheus Dias, aluno do terceiro ano do curso. “Agradeço pelas orientações e cumplicidade no processo de nossa formação”, acrescentou Luana Caroline, formanda do quarto ano.

Entretanto, nenhuma fala foi mais emocionada do que a da professora Marcia Boroski, que aos prantos compartilhou com os presentes: “É cruel esse momento de despedida, porém receber esse carinho é muito gostoso. Vocês são inspiradores”. A mestra que atuou por dois anos na UEPG acrescentou à fala a importância dos projetos de extensão e pesquisa que integrou durante sua estadia na universidade, “Não podemos deixar que as luzes se apaguem”, disse.

Para Gabrielle Koster, aluna do quarto ano, esse momento de nostalgia pela partida dos professores e término de mais um ciclo para os formandos, também exala a sensação de dever cumprido. “Batalhamos para chegar até aqui. É muito gratificante celebrar a conquista de concluir esses quatro anos de faculdade”, conta. A aluna também aponta as dificuldades enfrentadas no processo, como falta de laboratório e necessidade de paralisar as atividades letivas, devido ao descaso do Governo do Estado com a universidade, como motivos a mais para comemorar o término do curso com qualidade e excelência.

Na próxima semana acontecem os exames finais e os novos professores, aprovados no último teste seletivo como colaboradores, assumem suas respectivas vagas como membros do corpo docente da graduação em Jornalismo da UEPG.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar