Alunos e professores têm semana agitada na primeira etapa de qualificação

Todo ano, ao fim do primeiro semestre, executa-se a primeira etapa de qualificação dos trabalhos de conclusão de curso (TCC) dos alunos do 4º ano de Jornalismo da UEPG. 

A aprovação nessa primeira fase é sempre esperada com muita expectativa. “Querendo ou não, bate aquele frio na barriga, misturado com ansiedade e medo. É uma sensação meio indescritível, mas no final tudo acaba dando certo e o medo se transforma em alívio” diz a aluna Keren Bonfin.

 

Diferente de outros anos, em que as bancas são realizadas no final do primeiro semestre, desta vez, as qualificações tiveram início no dia 31 de agosto, e seu término em 4 de setembro.  Esse atraso se deu por conta das greves no início do ano letivo. Segundo a direção do Departamento de Jornalismo (DeJor), o atraso não prejudicou em nada as avaliações dos trabalhos “As datas das apresentações  apenas foram deslocadas sem atropelar as orientações e prazos para as bancas de qualificação, não causando nenhum prejuízo aos acadêmicos”. Explica o chefe do DeJor Marcelo Bronosky.

O esforço de avaliar os trabalhos apresentados nessa etapa contou com a orientação de 16 professores em bancas, numa jornada de 27 apresentações de 31 alunos. “Os trabalhos apresentados foram de nível satisfatório. Os temas abordados têm uma relevância significativa para as novas tendências do fazer jornalismo” ressalta o professor e orientador Gabriel Carvalho.

Para cada seção foram designados três professores que traziam seus apontamentos e observações sobre cada monografia apresentada num tempo médio de 45 minutos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar