Estruturado inicialmente dentro de um regime de crédito semestral com dois ingressos anuais, o Curso de Comunicação Social - habilitação Jornalismo recebeu, até 1990, nove turmas. A falta de uma estrutura adequada e a ausência de investimentos em equipamentos caracterizaram os primeiros anos de atividade.

No início da década de 1990, o curso passa para o regime seriado anual, com apenas um ingresso de 40 alunos. Algumas mudanças passam a modificar, desde então, o perfil do curso.

A partir de 1996, inicia-se uma série de contratações através de concursos públicos. A pesquisa passa a ser encarada como um fator importante, provocando um salto qualitativo na formação acadêmica (em agosto deste ano, o Curso registra os primeiros quatro projetos de iniciação à pesquisa cientifica da história do Jornalismo na UEPG).

Ao longo desses anos de existência, foram criados eventos que hoje são tradicionais para o curso de Jornalismo, como a Semana de Estudos em Comunicação, Seminário de Inverno e a Semana da Resistência (a princípio em parceria com outros cursos da Universidade).

Em 2010, o curso de Bacharelado em Jornalismo da UEPG completou 25 anos de existência e esse foi o tema da Semana de Estudos em Comunicação daquele ano e ainda como atividade comemorativa, realizou-se a I Jornada Beltraniana que contou com a presença do consagrado pesquisador da área de comunicação, José Marques de Melo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar