O debate é aberto ao público e conta com 3 mulheres na mesa de discussão.

O curso de Jornalismo da UEPG promove nesta segunda-feira, dia 13, o “Debate sobre violência contra a mulher”. A mesa de discussão será composta por mulheres representantes da área do direito, da psicologia e de uma frente feminista.

 

A aluna do 3º ano de jornalismo e uma das organizadoras do evento, Bruna Oliveira, explica a escolha do tema. “A discussão sobre a violência contra mulher tem como gancho o estupro coletivo que ocorreu, recentemente, no Rio de Janeiro”, relata.

A professora do Departamento de Jornalismo, Paula Paes, explica a importância do evento no âmbito estudantil. “A intenção é justamente colocar os estudantes em contato com os movimentos sociais e com profissionais que trabalham com o tema sob outro viés que não o jornalístico”, destaca.

“O curso de jornalismo é composto, em sua maioria, por mulheres. Temos, então, que fazer valer nossa presença. A universidade deveria ser sempre lugar de debate aberto e plural”, conclui.

O debate será realizado no espaço chamado “Sabatina” que integra as atividades do Foca Mais. A cada edição, convidados participam de uma mesa de discussão sobre um tema específico.

A segunda edição do Foca Mais, que será publicada no final deste mês, focará temas relacionados à violência contra a mulher, como feminismo e movimentos políticos. A publicação é um suplemento online do jornal laboratório Foca Livre. Este circula em versão impressa, tendo sido criado em 1993.
O evento é aberto ao público e acontece às 17h30, no Laboratório de Telejornalismo do Departamento de Jornalismo da UEPG, no Campus Central.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar