Gravações aconteceram nas últimas semanas e animaram os alunos. 

Atração deve ir ao ar na terça-feira, dia 22, e terá críticas sobre Os Simpsons, Todo mundo odeia o Chris, Ághata Christie e Expresso Polar.

Os alunos do segundo ano de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) preparam um programa especial do Crítica de Ponta para esta semana. A edição, que deve ir ao ar na terça-feira, dia 22, promete despertar o clima natalino.

Segundo a professora da disciplina de Crítica de Mídia, Angela Araújo, coordenadora da atividade, a edição especial de Natal do Crítica de Ponta vai trazer críticas sobre cinema, televisão, literatura e espaços da cidade de Ponta Grossa, com clássicos como Os Simpsons e Todo mundo odeia o Chris. “Além desses, também vamos ver críticas sobre um dos livros clássicos da Ághata Christie com o detetive Poirot, o filme Expresso Polar e uma exposição que foi o resultado de um concurso da prefeitura de Ponta Grossa”, completa a professora.

Angela ressalta que os alunos do segundo ano já fizeram outras edições especiais do programa, como o Fenata, que foi ao ar em novembro, a Feira do Livro, que teve produção de rádio e TV e foi veiculado em setembro, e o FUC, que não foi ar devido à greve dos professores e funcionários da universidade. A professora destaca que a produção da edição especial possibilitou aos alunos pensar sobre o imaginário construído sobre o Natal. “O material com que eles trabalham permite isso, pensar sobre a fantasia em torno do Natal, com a figura do Papai Noel, a tradição dos presentes, os estereótipos ligados à tradição cristã. Em uma das produções, por exemplo, há a crítica ao moralismo ligado a data”.

A estudante Gabriela Bulhões, do segundo ano, apresenta uma crítica sobre a edição especial de Natal de Os Simpsons. Segundo ela, a ideia de gravar um programa temático foi bem recebida pelos alunos. “Quando surgiu essa ideia, ninguém se opôs. Eu me empolgo bastante com as gravações e insisti para fazer o de Natal, por ser diferente; nunca teve em outro ano”, ressalta.

 

Anna Cuimachowicz, também aluna do segundo ano, realizou a edição do programa de Natal. Ela destaca a animação dos colegas durante as gravações e edição do trabalho. Para a estudante, a ideia deveria ser mantida nos próximos anos. “Foi bem mais divertido do que as outras produções, sem dúvida. Foi muito interessante ver as diferentes interpretações sobre o Natal”, finaliza.

Kyene Becker

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar