Alunos e professores, responsáveis pelo projeto Cultura Plural, recebem o prêmio Sangue Novo, na categoria “Produto Jornalístico para Web – Portal de Notícias”

Esta foi a terceira vez que o projeto de extensão se classificou como finalista da categoria “Produto Jornalístico para Web – Portal de Notícias”. A iniciativa integra as atividades do curso de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).


O portal explora aspectos da cultura ponta-grossensse para além das sete artes tradicionais. Alunos são responsáveis por cobrir eventos locais e pautando as diversas manifestações populares.

A coordenadora do Cultura Plural (CP), a professora Karina JanzWoitiwicz, destaca que o projeto manteve uma atualização regular durante todo o ano de 2015.  A regularidade na produção, segundo a docente, foi importante para caracterizar o veículo como portal de notícias.

“Especialmente ano passado tivemos a colaboração da turma do terceiro ano em parceria de duas disciplinas, que trouxeram algumas temáticas interessantes para o projeto”, explica.

O Cultura Plural também é reconhecido pela “Feira do Cultura”, evento anual que procura promover a integração entre manifestações e indivíduos: ”O projeto reconhece a importância de desenvolver ações culturais para integrar os grupos que, de alguma forma, estão vinculados ao site, envolvendo também a comunidade”, ressalta a professora Karina.

A estudante de jornalismo, Fernanda Penteado Slonski, participa do projeto desde 2013 e destaca a importância da participação do CP na premiação estadual: “É sempre bom ser indicado. Acredito que isso dá um gás para o projeto e para os alunos que o mantêm”. Ficar entre os finalistas é resultado de um trabalho em equipe realizado ao longo do ano. O prêmio reconhece nosso trabalho e sua qualidade”, avalia.

O Sangue Novo é uma iniciativa do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná. O Projeto “Caia no Real”, realizado por alunos da PUC, também obteve a primeira colocação.

O segundo lugar ficou com o site “Jornalismo para Todos: Manual de Jornalismo Inclusivo para Pessoas com Deficiência”, que foi desenvolvido pelo alunos Márcio Sakyo Poffo Taniguti, da Unibrasil.

A terceira colocação foi para a Revista Eduque Online produzida pelos alunos da Univel, Kassia Paloma Beltrame Oliveira e Renan Paulo Bini.

Arquivo
19/05/2014 - Diversidade e atrações ponta-grossenses na III Feira Cultura Plural

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar