foto recortadaO Centro Acadêmico de Jornalismo João do Rio (Cajor) promove, de 27 a 29 de junho, a 11ª edição da Semana de Integração e Resistência (Seintre). O evento contará com palestras, oficinas e atividades culturais a fim de promover o diálogo entre os acadêmicos e a integração entre as diversas séries do curso.
 
A Seintre já é uma tradição no curso de Jornalismo da UEPG. A iniciativa, promovida pelos alunos, surgiu em 2004. Na ocasião, estudantes ocuparam o Campus Central para protestar contra o desmonte da universidade pública pelo corte de verbas e ameaça de fechamento de cursos. 
 
Nos anos seguintes, o evento se tornou uma semana acadêmica de diálogos e reflexões acerca de ações de resistência promovidas a partir do campo do jornalismo. Em 2015, o Centro acadêmico não se organizou para realizar a Semana de Resistência.
 
O tema desta edição é “Direitos Humanos, Resistência e Jornalismo”. Algumas atrações já foram confirmadas para os três dias de Seintre. Na segunda-feira, dia 27, as temáticas são voltadas às discussões sobre direitos humanos na mídia, mídia indígena e representação do negro no jornalismo.
 
Já na terça, dia 28, a Semana discute as representações da mulher na mídia e o jornalismo machista. Esta prática se caracteriza como uma produção jornalística que ainda reproduz sexismos na contemporaneidade. 
 
Na quarta-feira, dia 29, serão debatidas mídias independentes no terceiro setor e no jornalismo esportivo. "São assuntos voltados à manifestações de resistência no jornalismo, além de lacunas de ensino no curso", afirma o presidente do Cajor, Gustavo Ban. 
 
Para o período da tarde, a Seintre promoverá oficinas para estimular a produção e o diálogo dos estudantes. Já estão confirmadas oficinas de telejornalismo, de estêncil e de fotografia em lata, a serem realizadas nas dependências do Dejor. 
 
O Show de Calouros e o concurso Miss / Mister Jornalismo estão agendados para acontecer na terça, dia 28, a partir das 20 horas. A participação nos três dias de palestra da XI Semana de Integração e Resistência dá direito a certificado de 20 horas extracurriculares. 
 
As palestras acontecem, a partir das 9 horas, no miniauditório do bloco B do Campus Central da UEPG. A taxa de inscrição do evento custa 20 reais. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar